Exercício de compreensão auditiva.

JOÃO ESQUECIDO: Olá, então como estão? É verdade, eu sou o vosso amigo João Esquecido, e venho falar-vos de… de…  de… venho falar de…  Clementina, do que é que eu vou falar?                                   

CLEMENTINA: Tu                    aqui para falar de um certo sentimento, uma maneira                             de sentir que aparece de vez em                            .

JE: Quando se está doente? Vamos falar de quando nos sentimos                        ?

C: Não, João Esquecido, o que sentimos é bom!

JE: Diz-me lá… E essa coisa                            com os dedos dos pés, os ouvidos e o cabelo?

C: Bem, acho que isso se pode sentir com todo o corpo. Mas, normalmente, quando acontece, sente-se com o                                    .

JE: Coração? Essa é mesmo boa… Talvez eu nunca tenha sentido isso antes.

C: Oh, Esquecido, tenho a certeza que já                             . Porque isto é uma coisa que normalmente nós sentimos pela nossa mãe, pelo nosso pai, ou pelo nosso                                 lindo. Ou então, João Esquecido, podemos sentir isso também por um amigo, muito                          .

JE: Bom, deixa-me ver… E por uma maçã? Pode-se sentir isso também por uma maçã, ou então por um par de botas?

C: Bom, acho que é                           .

JE: Estou completamente a                            do que tu estás para aí a falar…

C: Por favor, João Esquecido, eu estou a falar de A-M-O-R: Amor!

JE: Aaaahhhhh! Amor! Então porque é que não                               logo? Eu sei tudo sobre o amor.

C: Sabes?

JE: Claro que sei. Eu tenho quilos de amor dentro de mim, quilos e quilos. Toneladas de amor. E até tenho uma maneira especial de mostrar às pessoas que gosto delas.

C: Tens? Como é?                              !

JE: Assim - Yuhuuuu! Oh, minha querida, gosto tanto de ti! Amor, gosto muito. Oh, meu amor!

C: João Esquecido és tão                               !

JE: Pois sou. Diz-me, Clementina… do que é que eu                         a falar? Deixa ver… estava a falar de botas.